Expressao Fisico Motora

É a partir da relação da criança com o seu próprio corpo que ela explora e perceciona os diferentes conceitos, procedimentos e atitudes. Ao desenvolver o conhecimento do seu corpo e das suas potencialidades, a criança atualiza e exercita os seus instrumentos cognitivos, afetivos e relacionais na aquisição da sua identidade de autoimagem. Esta é a chave da construção de um processo de diferenciação progressiva que se vai efetivando mediante o reconhecimento da sua identidade face ao outro e do seu espaço no mundo.

Ao abordarmos a relação da criança com o seu corpo, não podemos descurar o facto de:

“… o conhecimento e controle progressivo do corpo são um processo que ocupa a criança desde o seu nascimento e é um dos primeiros referenciais para se conhecer como pessoa…

Ao longo desta etapa deve conseguir-se que as crianças conheçam global e parcialmente o seu corpo, suas possibilidades percetivas e motoras, que possam identificar as sensações que experimentam, desfrutar delas e servir-se das possibilidades expressivas do corpo para as manifestar…”

Cerezo (1997: p. 30).

 

Por outro lado, é igualmente objetivo das aulas de expressão físico-motora a exploração de jogos de regras e jogos de equipa. Com estes pretende-se fomentar nas crianças a consciência do trabalho em equipa para um fim comum e o respeito pelo outro.

As aulas de Expressão Fisico-Motora realizam-se uma vez por semana, têm a duração de 30 minutos para os alunos da Valência de Creche, 60 minutos para os meninos do Jardim de Infância e de 45 minutos para os alunos do 1º Ciclo.

Objetivos:

  • Desenvolver uma imagem fiel do seu próprio corpo;
  • Respeitar as características corporais dos outros;
  • Descobrir as possibilidades motoras das diferentes partes do corpo;
  • Adquirir a coordenação e o controlo dinâmico geral do próprio corpo para a execução de tarefas da vida quotidiana e de atividades recreativas;
  • Fomentar o controlo e coordenação dos movimentos globais e segmentares;
  • Desenvolver o controlo apurado e a coordenação óculo-motora em destrezas manipulativas;
  • Estruturar o espaço exterior e localizar nele o próprio corpo e os objetos;
  • Adequar o próprio comportamento às exigências das sequências temporais dos outros.

O Colégio João Paulo II é uma instituição de ensino sedeada no Concelho de Portimão.

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades.